artigos acontece nossa arte humor dialeto o comédia & o truta histórias para refletir
Terça - 25 de Abril de 2017
COLUNISTAS 
@ SANDRA LOURENÇO
@RR RODRIGUES
Ademiro Alves (Sacolinha)
Alberto Lopes Mendes Rollo
Alessandro da Silva Freitas
Alessandro Thiago da Silva Luz
Alexandre M. O. Valentim
Ana Carolina Marques
Antony Chrystian dos Santos
Carla Leite
César Vieira
Cíntia Gomes de Almeida
Claudia Tavares
EDSON TALARICO
Eduardo Souza
Elias Lubaque
FAEL MIRO
Fernando Alex
Fernando Carvalho
Fernando Chaves dos Santos
Flávio Rodrigues
Garoto Loko (IT)
Gisele Alexandre
Henrique Montserrat Fernandez
Ivan de Carvalho Junqueira
Jack Arruda Bezerra
Jean Jacques dos Santos
João Batista Soares de Carvalho
João Henrique Valerio
JOEL BATISTA
Jonas de Oliveira
Jose de sousa
Júnior Barreto
Karina dos Santos
Karina dos santos
Leandro Carvalho
Leandro Ricardo de Vasconcelos
Leonardo Lopes
Luiz Antonio Ignacio
Marcelo Albert de Souza
Marco Garcia
Marcos Lopes
Maria de Moraes Barros
massilon cruz santos
Natália Oliveira
Nathalia Moura da Silva (POIA)
NAZARIO CARLOS DE SOUZA
NEY WILSON FERNANDES SANTANNA
Rafael Andrade
Rafael Valério ( R.m.a Shock )
Regina Alves Ribeiro
Rhudson F. Santos
Ricardo Alexandre Ferreira
Rodrigo Silva
Silvio Gomes Batisa
Sônia Carvalho
Teatro nos Parques
Thiago Ferreira Bueno
Tiago Aparecido da Silva
washington
Wesley Souza
Weslley da Silva Gabanella
Wilson Inacio

APOIADORES 


Todo o conteúdo do portal www.capao.com.br é alimentado por moradores e internautas. As opiniões expressas são de inteira responsabilidade dos autores.


Mudando prá pior

Por: Leonardo Lopes

Chegamos ao último ano do mandato da prefeita Marta Suplicy, e com ele uma série de obras que não foram feitas em 3 anos e sobrecarregam a cidade.

Bom, mas até aí tudo bem, porque de uma forma ou de outra, pelo menos está fazendo. Mas o que mais me deixou indignado foi a destruição dos antigos corredores da estrada de Itapecerica e da avenida João Dias. Claro que termos terminais novos e modernos é muito bom, mas tem um detalhe que me deixou muito indignado: porque as plataformas de embarque estão no nível do chão? Este capricho da prefeitura rendeu um custo muito alto na demolição das plataformas, construção das novas, alteração de TODOS  os ônibus que fazem esta linha, pois as suas portas na lateral esquerda eram mais altas e tiveram de ser baixadas para o novo estilo de ponto.

Não sei se eles sabiam, mas estas plataformas mais altas eram para facilitar o embarque de deficientes físicos, idosos e pessoas com dificuldade de locomoção e principalmente de subir as escadas do ônibus. Por muito tempo eu peguei o ônibus Terminal Capelinha X Vila Mariana e eu notava um fluxo muito grande de crianças (que iam para a AACD) idosos e deficientes que se utilizaram deste transporte. E agora? Como ficam? Você já viu a dificuldade que é entrar em um destes ônibus com uma cadeira de rodas?

Acho que os passageiros especiais foram muito prejudicados com este novo formato de plataforma de embarque. Claro que o sistema de transporte coletivo precisava de uma reformulação, e acredito que o trabalho da prefeitura está sendo bom neste sentido, mas não concordo com o dinheiro gasto para quebrar as plataformas, construir novas no nível do chão e abaixar todas as portas dos ônibus que utilizam estes corredores.

Talvez eles até tenham uma solução para os passageiros especiais, mas ainda não vi nenhuma movimentação a respeito.

COMENTÁRIOS


Colaborações deste autor:
Para ver todas as contribuições deste autor, clique aqui.

institucional capão redondo política de privacidade newsletter colunistas contato