artigos acontece nossa arte humor dialeto o comédia & o truta histórias para refletir
Quinta - 25 de Maio de 2017
COLUNISTAS 
@ SANDRA LOURENÇO
@RR RODRIGUES
Ademiro Alves (Sacolinha)
Alberto Lopes Mendes Rollo
Alessandro da Silva Freitas
Alessandro Thiago da Silva Luz
Alexandre M. O. Valentim
Ana Carolina Marques
Antony Chrystian dos Santos
Carla Leite
César Vieira
Cíntia Gomes de Almeida
Claudia Tavares
EDSON TALARICO
Eduardo Souza
Elias Lubaque
FAEL MIRO
Fernando Alex
Fernando Carvalho
Fernando Chaves dos Santos
Flávio Rodrigues
Garoto Loko (IT)
Gisele Alexandre
Henrique Montserrat Fernandez
Ivan de Carvalho Junqueira
Jack Arruda Bezerra
Jean Jacques dos Santos
João Batista Soares de Carvalho
João Henrique Valerio
JOEL BATISTA
Jonas de Oliveira
Jose de sousa
Júnior Barreto
Karina dos Santos
Karina dos santos
Leandro Carvalho
Leandro Ricardo de Vasconcelos
Leonardo Lopes
Luiz Antonio Ignacio
Marcelo Albert de Souza
Marco Garcia
Marcos Lopes
Maria de Moraes Barros
massilon cruz santos
Natália Oliveira
Nathalia Moura da Silva (POIA)
NAZARIO CARLOS DE SOUZA
NEY WILSON FERNANDES SANTANNA
Rafael Andrade
Rafael Valério ( R.m.a Shock )
Regina Alves Ribeiro
Rhudson F. Santos
Ricardo Alexandre Ferreira
Rodrigo Silva
Silvio Gomes Batisa
Sônia Carvalho
Teatro nos Parques
Thiago Ferreira Bueno
Tiago Aparecido da Silva
washington
Wesley Souza
Weslley da Silva Gabanella
Wilson Inacio

APOIADORES 


Todo o conteúdo do portal www.capao.com.br é alimentado por moradores e internautas. As opiniões expressas são de inteira responsabilidade dos autores.


Será que você faz parte do HIP-HOP ?

Por: Luiz Antonio Ignacio

Já não sei quem é do bem ou quem é do mal. Infelizmente os mesmo que falam de paz  são os semeadores da guerra.

Hoje, começarei falando da hipocrisia que insiste em permanecer é claro que ela está em todo lugar, não existe uma organização perfeita e sei que nunca vai aparecer, mas pense comigo, acho que temos que tomar muito cuidado para não sermos contraditórios.

Quando comecei a escutar rap e fazer parte da filosofia do HIP-HOP aprendi que droga não está com nada, que a molecada tem que estudar e que são poucas as pessoas que dão a devida importância para o HIP-HOP. Mas o que acontece quando os próprios que dizem isto são os que mais vacilam?

Acabei de ver um documentário sobre rap, vários exemplos bons que apareceram na televisão e vários exemplos ruins também. O pior é que os exemplos ruins são dos rapers que tem representatividade, rapers que exercem influência sobre os que escutam o rap e fazem parte da filosofia do HIP-HOP.

Eu sei que muitos vão dizer que não quer ser exemplo pra ninguém, e que as letras que são feitas refletem a realidade da “quebrada” e não tem culpa se a galera interpreta de modo diferente. Mas será que a quebrada só quer, pó, maconha e morte? É preciso evoluir!

Não adianta você falar da miséria que acontece na favela e ao mesmo tempo ser o causador da miséria. Não adianta falar pra molecada parar de usar drogas e você continuar usando. Não adianta você pedir para o seu camarada perdoar a sua dívida se você não perdoa a divida do outro.

Depois vão começar a falar que somos descriminados por causa da nossa forma de pensar e de agir, mas não queremos encarar a realidade que os culpados são os mesmos que falam de paz. Não estou aqui dizendo que só tem exemplo ruim, mas apenas quero deixar bem claro que tem gente esperando um vacilo nosso pra colocar na primeira página do jornal. Pois vejo que há alguns rapers que fazem sucesso, mas nem estão aí se estão difamando o rap ou não. 

Se você é desses que está no HIP-HOP só pra ganhar dinheiro, fazer sucesso, mas não tem compromisso com o que fala através do rap, “se liga sangue bom”! O rap é compromisso. 

COMENTÁRIOS


Colaborações deste autor:
Para ver todas as contribuições deste autor, clique aqui.

institucional capão redondo política de privacidade newsletter colunistas contato