artigos acontece nossa arte humor dialeto o comédia & o truta histórias para refletir
Terça - 24 de Outubro de 2017
COLUNISTAS 
@ SANDRA LOURENÇO
@RR RODRIGUES
Ademiro Alves (Sacolinha)
Alberto Lopes Mendes Rollo
Alessandro da Silva Freitas
Alessandro Thiago da Silva Luz
Alexandre M. O. Valentim
Ana Carolina Marques
Antony Chrystian dos Santos
Carla Leite
César Vieira
Cíntia Gomes de Almeida
Claudia Tavares
EDSON TALARICO
Eduardo Souza
Elias Lubaque
FAEL MIRO
Fernando Alex
Fernando Carvalho
Fernando Chaves dos Santos
Flávio Rodrigues
Garoto Loko (IT)
Gisele Alexandre
Henrique Montserrat Fernandez
Ivan de Carvalho Junqueira
Jack Arruda Bezerra
Jean Jacques dos Santos
João Batista Soares de Carvalho
João Henrique Valerio
JOEL BATISTA
Jonas de Oliveira
Jose de sousa
Júnior Barreto
Karina dos Santos
Karina dos santos
Leandro Carvalho
Leandro Ricardo de Vasconcelos
Leonardo Lopes
Luiz Antonio Ignacio
Marcelo Albert de Souza
Marco Garcia
Marcos Lopes
Maria de Moraes Barros
massilon cruz santos
Natália Oliveira
Nathalia Moura da Silva (POIA)
NAZARIO CARLOS DE SOUZA
NEY WILSON FERNANDES SANTANNA
Rafael Andrade
Rafael Valério ( R.m.a Shock )
Regina Alves Ribeiro
Rhudson F. Santos
Ricardo Alexandre Ferreira
Rodrigo Silva
Silvio Gomes Batisa
Sônia Carvalho
Teatro nos Parques
Thiago Ferreira Bueno
Tiago Aparecido da Silva
washington
Wesley Souza
Weslley da Silva Gabanella
Wilson Inacio

APOIADORES 


Todo o conteúdo do portal www.capao.com.br é alimentado por moradores e internautas. As opiniões expressas são de inteira responsabilidade dos autores.


Soldado solitário

Por: Garoto Loko (IT)

  Soldado solitário (Letra: Igor Andrade Tanigushi)

olhar para frente e não poder caminhar/
é desesperador quando se está de joelhos/
sem forças/ e tudo que resta é implorar/
guerra ou amor/ todos dois trazem cicatriz de muita dor/
angustia de perder/ é por saber que toda luta não adiantou/
rodeado de balas/que a muita gente mata e cala/
guerreiro ou soldado/ que resteja na trincheira/
salve-se quem puder/quando não se tem ninguém pra ajudar/
você vira um mané/é cansativo remar contra a maré/
é revoltante/saber que não se pode ter tudo que quer/
o campo de batalha parece não ter fim/e ele ainda anda a pé/
marcas pelo corpo/de quem caiu quando estava no topo/
uma metralhadora na mente/e idéias inconsequentes/
um coração que funciona como granada/pronta pra estourar/
não tem refúgio e ninguém pra lhe salvar/
lágrimas de sangue é o que seu rosto consegue expressar/
ele perdeu a identidade/ e toda a felicidade/
sonha em ser pequeno/e voltar pra sua cidade/
reviver a infancia/e fugir desse mundo de ganancia/
saborear a inocencia/ sem sofrer violencia/
rejeitado/crucificado/camuflado pra não ser exterminado/
Andrade é culpado por falar a verdade/ ter sentimento e querer liberdade/
uma brecha na família/ perda de companhia por muita briga/ seu olhar ja não brilha/
não imagino se foi um kilometro ou uma milha/
passou a morar sozinho numa ilha/

     soldado solitário/ o ódio já faz parte do seu etinerário/
    

deprimido/faminto sem se alimentar/
não tem resgate/e não aprendeu a nadar/
nesse mundo de terra e circular/
entrega suas armas/mas não consegue descansar/
sua cabeça está confusa/ é impossível relaxar/
ele não sabe mas o que fazer e pensar/
ele que sempre foi forte/senti o gosto do que é fracassar/
ele que sempre foi independente/não consegue se levantar/
soldado solitário/se transforma em armario/
vira museu/ e perde a noção do tempo e do horário/
até que ponto você se julga inteligente?/e até aonde foi otário?/
erros que não podem ser revertido ao contrário/
um problema que não se resolve/ nem com o poder aquisitivo de um milionário/
solidão e ingratidão/traição de quem você já extendeu a mão/tem pior decepção?/
promessas e religião/pedidos e ilusão/
ele tenta de tudo/parece ser em vão/não encontra solução/
muitos que querem seu bem/outros querem sua destruição/
ele rasteja lentamente/ao seu lado não existe gente/
espuma da onda como champagne/salgada saudade sua sua mãe/
sua bussola sua mente/para de funcionar de repente/
exprime raiva ao invés de sorriso nos dentes/tristeza tira toda sua beleza/
não adianta viajar/não adianta dormir nem acordar/
é muito ruim/quando tudo que você gosta parece que chegou ao fim/
muitos que dão conselho/mas não sabe o que se passa por mim/
como recomeçar o que acabou de terminar/

 

COMENTÁRIOS


Colaborações deste autor:
Para ver todas as contribuições deste autor, clique aqui.

institucional capão redondo política de privacidade newsletter colunistas contato