artigos acontece nossa arte humor dialeto o comédia & o truta histórias para refletir
Quarta - 18 de Julho de 2018
COLUNISTAS 
@ SANDRA LOURENÇO
@RR RODRIGUES
Ademiro Alves (Sacolinha)
Alberto Lopes Mendes Rollo
Alessandro da Silva Freitas
Alessandro Thiago da Silva Luz
Alexandre M. O. Valentim
Ana Carolina Marques
Antony Chrystian dos Santos
Carla Leite
César Vieira
Cíntia Gomes de Almeida
Claudia Tavares
EDSON TALARICO
Eduardo Souza
Elias Lubaque
FAEL MIRO
Fernando Alex
Fernando Carvalho
Fernando Chaves dos Santos
Flávio Rodrigues
Garoto Loko (IT)
Gisele Alexandre
Henrique Montserrat Fernandez
Ivan de Carvalho Junqueira
Jack Arruda Bezerra
Jean Jacques dos Santos
João Batista Soares de Carvalho
João Henrique Valerio
JOEL BATISTA
Jonas de Oliveira
Jose de sousa
Júnior Barreto
Karina dos Santos
Karina dos santos
Leandro Carvalho
Leandro Ricardo de Vasconcelos
Leonardo Lopes
Luiz Antonio Ignacio
Marcelo Albert de Souza
Marco Garcia
Marcos Lopes
Maria de Moraes Barros
massilon cruz santos
Natália Oliveira
Nathalia Moura da Silva (POIA)
NAZARIO CARLOS DE SOUZA
NEY WILSON FERNANDES SANTANNA
Rafael Andrade
Rafael Valério ( R.m.a Shock )
Regina Alves Ribeiro
Rhudson F. Santos
Ricardo Alexandre Ferreira
Rodrigo Silva
Silvio Gomes Batisa
Sônia Carvalho
Teatro nos Parques
Thiago Ferreira Bueno
Tiago Aparecido da Silva
washington
Wesley Souza
Weslley da Silva Gabanella
Wilson Inacio

APOIADORES 


Todo o conteúdo do portal www.capao.com.br é alimentado por moradores e internautas. As opiniões expressas são de inteira responsabilidade dos autores.


Lutando por nossos direitos cíveis

Por: Fernando Carvalho

A respeito dos episódios sobre o aumento sa tarifa de ônibus em Floripa SC, eu escrevi o seguinte artigo, para lembrar as pessoas de que é possível ser cidadão!

 

Só queria ressaltar que devemos lutar pelos nossos direitos acima de
tudo... Mesmo que a repressão esteja na nossa própria casa, proibição
de usar de nossos direitos cíveis, como cidadãos, para mim cidadão é
aquele que além de cumprir com seus deveres, exerce seus direitos de
maneira clara e expressiva... Vamos mudar, vamos revolucionar... deu
certo uma vez, porque não dará outra? mesmo que não de certo, vamos
aprender com nossos erros, vamos fazer com que o pessoal do colarinho
branco torça o nariz para a nossa manifestação, vamos fazer com que
até as pessoas próximas a nós (familiares que não concordam), nos
respeitem quanto à nossa decisão! Tomar geral da polícia? Como diz o
grito de guerra do manifesto (manifestantes, a maioria esmagadora eram de estudantes secundaristas contra o aumento da tarifa de ônibus em Florianópolis), polícia é pra ladrão e não pra
estudante, queria dizer que em toda manifestação, quando feita de
maneira pacífica, faz enobrecer a causa, e pelo que soube por
intermédio de canais de notícias, só fez aumentar minha raiva da PM
(pois, pelo menos em minha vida, a PM sempre "marcou presença", quem
me conhece sabe do que eu falo), a presença dos P2 (repórteres e policiais disfarçados de estudantes, que arrumam confusão para a mídia relacionar a manifestação dos estudantes à baderna) sempre infiltrados
para arruinar de forma a aniquilar de vez a idéia de querer sermos
cidadãos, pois como havia dito antes, cidadão para mim é aquele que
além de cumprir com seus deveres, exerce seus direitos de maneira
clara e expressiva. Fico engajado de protestar, aí alguém diz, "mas
você não pega ônibus", ok, eu ando a pé, não costumo pegar ônibus, mas
daí eu respondo: e aquele trabalhador que mora nos ingleses (bairro) e trabalha
no centro? Teria que pagar 6 reais de passagem por dia, para a sua
locomoção casa/trabalho, trabalho/casa.
Eu acho que quem é contra a manifestação, de uma
certa forma é hipócrita, ou faz que não enxerga a besteira que está
fazendo! Vamos a algumas suposições, 1- Estudante que vai todo dia de
casa para a universidade, cursinho, colégio, etc. Tem que pagar uma
tarifa absurda (uma das mais se não a mais cara do Brasil!) 2-
Trabalhador que necessita pegar ônibus para se deslocar de casa para o
trabalho ou do trabalho para casa, também paga um absurdo, imagina se
trabalha no centro e mora nos ingleses (bairro)? Pagar 6 reais por dia? 3- O
trabalhador não paga a passagem, pois ganha passe da empresa onde
trabalha. O patrão ao invés de ser hipócrita e dizer que é contra a
manifestação, devia olhar pro rombo no seu bolso ao final do mês, 4-
Dona de casa, que tem faxineira ou algum empregado, sente o rombo no
bolso ao final do mês toda vez que o custo da passagem eleva-se.
Eu queria enaltecer meu artigo, colocando um trecho de um outro
texto que mandarei em breve ao site, e que acho que vale pra
tudo na vida:
"EU PREFIRO SER
ASSALTADO POR "ALGUÉM DO MORRO" DO QUE PELO MAIOR ASSASSINO DE
TODOS QUE É IMPUNE A QUALQUER TIPO DE LEGISLAÇÃO: O LADRÃO DA CANETA!!
TENHO NOJO DE DEPUTADOS, GOVERNANTES, PREFEITOS.. É ESTRANHO,
NA HORA DE VOTAR EU AINDA ME ILUDO E PENSO: "AGORA VAI!"
SE O CARA QUE EU VOTEI GANHA, DA UNS DOIS ANOS, E NADA ACONTECE...
SE O CARA QUE NÃO VOTEI GANHOU, PASSA OS MESMOS DOIS ANOS E NADA
ACONTECE... SERÁ QUE AINDA VALE A PENA SE ILUDIR COM ELEIÇÕES??
SIM! AS PESSOAS VOTAM POR VOTAR.. HORARIO POLITICO É IMPORTANTE..
DEVEMOS CONHECER QUEM VAMOS VOTAR.. VOTAR COM CONSCIÊNCIA, E SE
NÃO DER CERTO, TEMOS TODO O DIREITO DE EXIGIR QUE SE FAÇA O QUE SE
FOI PROMETIDO... VAMOS ÀS RUAS, VAMOS AO PARLAMENTO RECLAMAR...
ENFIM... QUEREMOS UM MUNDO MELHOR... PAZ..."

E outra, porque não ir às sessões políticas na câmara? Não tem espaço
para o público? Pode ser uma chatice, mas se sempre que pudermos,
irmos assitir o que o colarinho branco faz, podemos ter certeza que
existem muitos políticos honestos, e que existem muito políticos
corruptos, daqueles que nos dão nojo, porém, vamos estar sempre a par
de tudo o que acontece no mundo da política de nosso bairro, cidade,
estado, o que for. O mais importante de tudo na vida, para qualquer
pessoa é humildade, paz interior e muito amor, nada de ódio no
coração, pois acredito que assim o mundo muda, não precisará ninguém
armar uma revolução, cada um muda com a sua cabeça apenas, mas eu olho
a realidade e vejo que está muito difícil, está muito longe de
acontecer algo deste garbo.
Eu só quero defender os manifestantes pacíficos, e não os P2 que se
infiltram entre os estudantes, ou aqueles arruaceiros que adoram
estragar qualquer coisa que seja em prol da cidadania. Quero dizer que
sou a favor de expôr nossos direitos, mesmo que para isso tenhamos que
nos sacrificar às vezes, e apanhar de uma PM covarde que mesmo vendo
que o manifesto é pacífico, estudantes ajoelhados com as mãos pro alto
e cantando o hino, aproveitam-se para tacar bombas no pessoal!
ABSURDO!
Se tiver algum político lendo este artigo, espero que entenda minha posição,
pois como é muito difícil mudar alguma coisa neste país, onde a
hipocrisia é o ar que respiramos, foi através da música e de textos
como esse que encontrei uma forma de expôr meus pensamentos e quem
sabe um dia poder dizer com orgulho que ACMs, Barbalhos, Lalaus não
vão mais "passar a perna" no povo.
PAZ

COMENTÁRIOS


Colaborações deste autor:
Para ver todas as contribuições deste autor, clique aqui.

institucional capão redondo política de privacidade newsletter colunistas contato