artigos acontece nossa arte humor dialeto o comédia & o truta histórias para refletir
Quarta - 22 de Novembro de 2017
COLUNISTAS 
@ SANDRA LOURENÇO
@RR RODRIGUES
Ademiro Alves (Sacolinha)
Alberto Lopes Mendes Rollo
Alessandro da Silva Freitas
Alessandro Thiago da Silva Luz
Alexandre M. O. Valentim
Ana Carolina Marques
Antony Chrystian dos Santos
Carla Leite
César Vieira
Cíntia Gomes de Almeida
Claudia Tavares
EDSON TALARICO
Eduardo Souza
Elias Lubaque
FAEL MIRO
Fernando Alex
Fernando Carvalho
Fernando Chaves dos Santos
Flávio Rodrigues
Garoto Loko (IT)
Gisele Alexandre
Henrique Montserrat Fernandez
Ivan de Carvalho Junqueira
Jack Arruda Bezerra
Jean Jacques dos Santos
João Batista Soares de Carvalho
João Henrique Valerio
JOEL BATISTA
Jonas de Oliveira
Jose de sousa
Júnior Barreto
Karina dos Santos
Karina dos santos
Leandro Carvalho
Leandro Ricardo de Vasconcelos
Leonardo Lopes
Luiz Antonio Ignacio
Marcelo Albert de Souza
Marco Garcia
Marcos Lopes
Maria de Moraes Barros
massilon cruz santos
Natália Oliveira
Nathalia Moura da Silva (POIA)
NAZARIO CARLOS DE SOUZA
NEY WILSON FERNANDES SANTANNA
Rafael Andrade
Rafael Valério ( R.m.a Shock )
Regina Alves Ribeiro
Rhudson F. Santos
Ricardo Alexandre Ferreira
Rodrigo Silva
Silvio Gomes Batisa
Sônia Carvalho
Teatro nos Parques
Thiago Ferreira Bueno
Tiago Aparecido da Silva
washington
Wesley Souza
Weslley da Silva Gabanella
Wilson Inacio

APOIADORES 


Todo o conteúdo do portal www.capao.com.br é alimentado por moradores e internautas. As opiniões expressas são de inteira responsabilidade dos autores.


ENTREVISTA - Alessandro Buzo

Por: Marco Garcia

Nascido em São Paulo e radicado no Itaim Paulista, Alessandro Buzo é autor de dois livros: O Trem e Suburbano Convicto. Nesta entrevista ele fala dos livros que escreveu, dos projetos sociais que organiza (entre eles o da Bliblioteca Comunitária gratuita que montou no bairro em que mora), política entre outros assuntos importantes. Acompanhe esse bate-papo que foi conduzido por e-mail.

Por Marco Garcia

 

Você é natural de qual cidade?
Sou natural de São Paulo, capital e moro a vida toda no Itaim Paulista, morei um ano no interior e um ano em outro bairro.

O interesse pela literatura pintou em que momento da sua vida?
O enteresse veio de minha mãe que sempre estava lendo um livro ou um gibi.

Qual foi o primeiro livro que você leu?
O primeiro livro que li foi O MENINO MALUQUINHO do Ziraldo.Presente da minha mãe.

Tem uma média de quantos já leu até aqui?
Não sei quantos livros já li, este ano uns 40, leio muito, todo dia estou com um livro.

Que tipo de gênero literário mais lhe agrada?
O genero que mais gosto é LITERATURA MARGINAL e coisas baseadas em fatos reais, LM porque se estou lendo um livro de alguém da periferia, como acabei de ler GRADUADO EM MARGINALIDADE do Sacolinha (fiz o prefácio), é porque mais um periférico conseguiu publicar. Acabou de sair o livro LITERATURA MARGINAL pela Editora Agir, com 10 Talentos da escrita periférica, primeiro fico feliz de estar entre eles e depois fico feliz pelos outros nove manos que conseguiram mais está vitoria.

Para escrever seus textos e livros, você se inspira em algum autor? Qual?
Não me inspiro em nenhum autor.

Qual é o melhor escritor brasileiro na atualidade?
Não sei dizer "o melhor", mais é um entre estes, Caco Barcellos, Ferréz, Sergio Vaz, Luiz Alberto Mendes, Sacolinha, Paulo Lins. São grandes escritores e não vou citar um só, fora os que de momento me fogem da lembrança.

Qual é a abertura que a chamada "Literatura Marginal" tem com as editoras convencionais?
A abertura é quase zero, só quem é da periferia e está lançando com grandes editoras são o Ferréz e o Luiz Alberto Mendes, ou demais ainda tem que lutar com editoras independentes, trabalho em dobro e dinheiro pouco, mas a luta ajuda a manter os pés no chão e não sair por ai achando que é artista. 
Humildade em primeiro lugar e sempre lembrar e ajudar as suas raizes, eu montei um biblioteca aqui no Itaim Paulista, agradeço a Deus pela disposição.

 

 

O leitor dos seus textos, tanto no blog como no site enraizados, percebem sempre que você faz uma espécie de apologia da leitura, pedindo para as pessoas desligarem a tv e se dedicar mais aos livros. Diante disso como você vê atualmente a programação dos canais tradicionais de televisão no Brasil?
Acho lamentável a programação da tv aberta no Brasil, falta muita coisa e sobra muito de descatavel. Programas bons existem mais são poucos, jornalismo vejo em todos canais e filtro o que vejo, futeboil mercenário não me seduz mais, novelas e reallit nem pensar, assisto PROVOCAÇÕES de vez em quando, e gosto de pouquissimos outros, para dar entrevista vou em todos, mesmo que não concorde com o conteudo, já é uma mensagem mais sádia se eu for neles falar de livro, biblioteca, hip hop. Mais é muito fraco no geral.

Com o avanço da tecnologia, bem como a intensificação da internet, alguns especialistas chegaram a dizer que seria ótimo por causa do acesso rápido e fácil que os jovens teriam a bons textos e livros para ler. Mas ao que se vê é os jovens fazendo uso da rede mundial para jogos e chats de bate-papo. De que forma você analisa esse comportamento?
É como a TV, se vc saber usar tem coisas boas, se não..... Eu tenho um blog cultural, tem gente que tem blog para se mostrar, mostrar aos amigos da escola, com varias coisas escritas erradas, e exposição da vida particular. Chats e bate papos são perca de tempo e perigo, não se sabe quem es~´a do outro lado. Tem que saber utilizar a internet.

Voltando aos livros que você escreveu... gostaria que falasse um pouco a respeito das dificuldades de escrevê-los e a satisfação em vê-los prontos.
Dificuldades são varias, vc não tem um computador bem loko, não tem uma maquina digital, faz uma foto é filme, revelação, tudo caro, atrapalha bastante a falta de uma estrutura, mas estamos se virando e é um milagre eu estar prestes a lançar meu terceiro livro sem uma editora bacana me dando condições de trabalho, escrevo livros, sou colunista de 4 sites, tenho o meu site/blog e tenho que trabalhar de segunda a sexta das 8.00 as 18.00 para sustentar minha familia, não vivo da literatura e muito menos do hip hop.

Estou sabendo que já tem um terceiro na ponta da agulha. Qual vai ser o enfoque dele e quando se dará o lançamento?
É o novo livro do trem, que fala do veneno que trabalhadores como eu passa nos trens da linha Brás/Calmon Viana no extremo da zona leste de SP, é um livro para quem me conheceu depois do meu primeiro livro e me cobram bastante, relaçar o trem como ele saiu em 2000 não seria o ideal, reescrevi o livro e se chamará: O TREM - CONTESTANDO A VERSÃO OFICIAL. Lanço em Outubro em 3 locais: Ação Educativa no centro de SP, O Autor na Praça, evento na Praça Benedito Calixto em Pinheiros e no Itaim Paulista, as datas ainda não foram definidas

E os fanzines? você ainda os produz?
Xerox está super caro e quando sobra uns R$ 50,00 no bolso ( o que ultimamente tem sido raro) eu rodo um numero do meu BOLETIM DO KAOS, que está no numero 86.

Fale um pouco do novo projeto que é a Biblioteca comunitária que está sendo montada no seu bairro.
Já montamos, inaugurou em 23 de Julho de 2005 e é 100% gratuita, se chama BIBLIOTECA COMUNITÁRIA SUBURBANO CONVICTO, venham conhecer.

Do que se trata o projeto "favela toma conta"?
É um evento de rua com os 4 elementos do hip hop, de graça, na rua e sempre em alguma favela do Itaim Paulista, já fiz 6 edições onde vieram grandes nomes do rap nacional como Trilha Sonora do Gueto, Tribunal Mcs, Filosofia de Rua, Dudu de Morro Agudo (RJ) e muitos outros, além de pessoas para dar uma outra mensagem, mais para literatura, já vieram Ferréz, Sergio Vaz, Sacolinha, os Poetas da Cooperifa, Nino Brown, o sétimo deve acontecer no dia das Crianças.

Mudando o foco para a área política... em quem você votou para presidente?
Sempre votei desde 1989 no LULA para presidente e não me arrependo, votaria de novo inclusive e melhor que ele só o EDUARDO SUPLICY

Que leitura está fazendo do atual quadro político no país?
Lamentável alguns nomes importantes do governo estarem envolvido em tantas coisas ilicitas, mas o governo vai superar e punir os culpados, assim espero, como espero ver o Paulo Maluf preso, o LALAU no cadeião de Pinheiros, vamos aguardar.

O Brasil, a curto prazo, teria uma solução?
A curto prazo não, mas a médio sim, tem que diminuir ou acabar a corrupção, se alguns forem presos acaba, porque nem todos pobres são ladrões, porque tem o exemplo de quem vai pro crime e cai em cana, anos de sofrimento.

Para terminar, vamos fazer um bate pronto. ( para cada palavra fale o que vier à mente)

Um sonho: Um livro por ano.
Uma realização: Estar sendo reconhecido como escritor.
Uma música: Faculdade de Mil Grau do Tribunal Ms´s e Aquela Sala do AO CUBO.
Um grupo musical: Racionais Mcs.
Um livro: Capitães de Areia de Jorge Amado.
Um escritor: Ferréz.
Um político: LULA
Um arrependimento: Nenhum que me lembre
Família: Base do homem e amor.
Filhos: Tenho um filho, o Evandro de 5 anos, uma palavra: - Obrigado Senhor.
Futuro: Melhor que o presente que tá osso.
Projetos sociais: Fazer crescer minha biblioteca e continuar com oficinas, palestras e eventos, produzindo e participando.

Considerações finais...
Acessem meu blog: www.suburbano convicto.blogger.com.br. Paz a todos que leram essa entrevista e desligue a TV e leia um livro. Você só tem a lucrar.

 

COMENTÁRIOS


Colaborações deste autor:
Para ver todas as contribuições deste autor, clique aqui.

institucional capão redondo política de privacidade newsletter colunistas contato