artigos acontece nossa arte humor dialeto o comédia & o truta histórias para refletir
Segunda - 26 de Junho de 2017
COLUNISTAS 
@ SANDRA LOURENÇO
@RR RODRIGUES
Ademiro Alves (Sacolinha)
Alberto Lopes Mendes Rollo
Alessandro da Silva Freitas
Alessandro Thiago da Silva Luz
Alexandre M. O. Valentim
Ana Carolina Marques
Antony Chrystian dos Santos
Carla Leite
César Vieira
Cíntia Gomes de Almeida
Claudia Tavares
EDSON TALARICO
Eduardo Souza
Elias Lubaque
FAEL MIRO
Fernando Alex
Fernando Carvalho
Fernando Chaves dos Santos
Flávio Rodrigues
Garoto Loko (IT)
Gisele Alexandre
Henrique Montserrat Fernandez
Ivan de Carvalho Junqueira
Jack Arruda Bezerra
Jean Jacques dos Santos
João Batista Soares de Carvalho
João Henrique Valerio
JOEL BATISTA
Jonas de Oliveira
Jose de sousa
Júnior Barreto
Karina dos Santos
Karina dos santos
Leandro Carvalho
Leandro Ricardo de Vasconcelos
Leonardo Lopes
Luiz Antonio Ignacio
Marcelo Albert de Souza
Marco Garcia
Marcos Lopes
Maria de Moraes Barros
massilon cruz santos
Natália Oliveira
Nathalia Moura da Silva (POIA)
NAZARIO CARLOS DE SOUZA
NEY WILSON FERNANDES SANTANNA
Rafael Andrade
Rafael Valério ( R.m.a Shock )
Regina Alves Ribeiro
Rhudson F. Santos
Ricardo Alexandre Ferreira
Rodrigo Silva
Silvio Gomes Batisa
Sônia Carvalho
Teatro nos Parques
Thiago Ferreira Bueno
Tiago Aparecido da Silva
washington
Wesley Souza
Weslley da Silva Gabanella
Wilson Inacio

APOIADORES 


Todo o conteúdo do portal www.capao.com.br é alimentado por moradores e internautas. As opiniões expressas são de inteira responsabilidade dos autores.


As lições da vida

Por: Sônia Carvalho

As lições da vida

 

Na vida, convivemos com muitas pessoas.

Algumas, nos causam prazer com sua presença.

Outras, gostaríamos de mantermos distância.

Há aquelas, que são puro otimismo, sempre têm uma palavra amiga, num momento difícil.

Mas outras, carregam o pessimismo estampado no rosto.

Acreditam que nada de bom ocorrerá.

Existem aquelas que admiramos por sua coragem e alegria.

E também existem aquelas, que se deixam abater pela tristeza e pelo desânimo, contaminando o ambiente ao seu redor.

Sim, na vida iremos cruzar com muitas pessoas.

Mas não devemos esquecer que cada um apresenta o seu próprio grau de desenvolvimento espiritual.

Não devemos nos sentir superiores ou inferiores a ninguém.

E muito menos condenar o jeito de ser de uma pessoa.

Sempre temos algo a ensinar.

E muito mais a aprender.

Uma pessoa humilde pode nos ensinar lições valiosas.

Nunca devemos menosprezar o potencial de alguém.

Deus concedeu a mesma força para todos os seus filhos.

Só que alguns souberam usá-la e outros, ainda não.

Por isso, não devemos invejar o sucesso alheio.

Pelo contrário, devemos aprender com o exemplo mostrado e trilhar o nosso caminho.

Todos podemos!

Basta acreditarmos.

Não interessa a idade do corpo físico.

Interessa a vontade de espírito.

E durante o nosso trajeto somos colocados em constante aprendizado.

Muitas vezes, passamos a conviver com pessoas completamente diferentes da nossa realidade.

São pessoas com pensamentos e ideais opostos aos nossos.

Dá uma vontade de sair correndo ou de impor nossas idéias a força.

Acreditamos possuir a verdade absoluta.

E passamos a questionar as atitudes dessas pessoas.

Julgamo-nas ignorantes e sem futuro.

Não nos conformamos com o jeito delas agirem.

Mas nos esquecemos que muitos dos nossos atos também podem desagradar os outros.

Esquecemo-nos que também temos nossas manias e dificuldades que ainda não superamos.

E principalmente, deixamos de perceber a sabedoria divina.

Deus nos coloca nessas situações para nos ensinar algo.

Talvez seja o exercício da paciência.

O saber calar no momento necessário.

O significado da solidariedade.

A prática da humildade.

O cultivo da sabedoria.

A crença em nossos ideais.

O agradecimento diante do que possuímos.

A força da verdadeira fé.

A amizade sincera.

A descoberta dos verdadeiros valores da vida.

E tantos outros sentimentos.

Sim, porque não existe pessoa que não tem algo a nos ensinar.

Seja uma coisa simples ou uma grande lição de vida.

Sempre iremos aprender algo em qualquer situação que vivermos.

E é com esse aprendizado que conseguiremos a força necessária para continuarmos adiante.

Mas devemos prosseguir a caminhada, não esquecendo de quem ficou para trás.

Devemos estender a mão a quem necessite.

Vencendo a vaidade, o egoísmo e ajudando de coração.

Assim como, devemos destruir o orgulho e pedirmos auxílio quando precisarmos.

Todos somos irmãos!

Não importa o grau de evolução do outro.

Cada um tem a sua dificuldade e o seu dom.

Cada um tem o seu momento de equilíbrio.

E de desespero.

O seu momento de glória.

E de fracasso.

Cada um busca Deus a sua maneira.

Cada um consola suas dores como pode.

Mas o que faz a diferença é o respeito e o amor.

Respeito diante das diferenças.

Podemos e até devemos orientar, dar bons conselhos.

Mas cabe a cada um arregaçar as próprias mangas.

Não devemos querer converter ninguém.

Se o outro não compartilha dos nossos objetivos.

Não devemos criticá-lo, julgá-lo e negar a nossa amizade.

Devemos lembrar apenas que ele se encontra em outro patamar de evolução.

E apresenta qualidades e defeitos, assim como nós, assim como todos os seres humanos.

Devemos sim, continuar a semear o amor.

Porque amando que somos amados.

É mostrando amor que podemos modificar o ambiente a nossa volta.

É o amor que ilumina e acalma.

Por isso, não fique a espera de gestos de carinho, distribua amor a quem encontrar.

Não importa se essa pessoa é diferente porque é o amor que nos une.

E principalmente é o amor que nos faz compreender os verdadeiros valores dessa grande escola, que é a vida...

 

Sônia Carvalho

 

 

COMENTÁRIOS


Colaborações deste autor:
Para ver todas as contribuições deste autor, clique aqui.

institucional capão redondo política de privacidade newsletter colunistas contato