artigos acontece nossa arte humor dialeto o comédia & o truta histórias para refletir
Sexta - 18 de Agosto de 2017
COLUNISTAS 
@ SANDRA LOURENÇO
@RR RODRIGUES
Ademiro Alves (Sacolinha)
Alberto Lopes Mendes Rollo
Alessandro da Silva Freitas
Alessandro Thiago da Silva Luz
Alexandre M. O. Valentim
Ana Carolina Marques
Antony Chrystian dos Santos
Carla Leite
César Vieira
Cíntia Gomes de Almeida
Claudia Tavares
EDSON TALARICO
Eduardo Souza
Elias Lubaque
FAEL MIRO
Fernando Alex
Fernando Carvalho
Fernando Chaves dos Santos
Flávio Rodrigues
Garoto Loko (IT)
Gisele Alexandre
Henrique Montserrat Fernandez
Ivan de Carvalho Junqueira
Jack Arruda Bezerra
Jean Jacques dos Santos
João Batista Soares de Carvalho
João Henrique Valerio
JOEL BATISTA
Jonas de Oliveira
Jose de sousa
Júnior Barreto
Karina dos Santos
Karina dos santos
Leandro Carvalho
Leandro Ricardo de Vasconcelos
Leonardo Lopes
Luiz Antonio Ignacio
Marcelo Albert de Souza
Marco Garcia
Marcos Lopes
Maria de Moraes Barros
massilon cruz santos
Natália Oliveira
Nathalia Moura da Silva (POIA)
NAZARIO CARLOS DE SOUZA
NEY WILSON FERNANDES SANTANNA
Rafael Andrade
Rafael Valério ( R.m.a Shock )
Regina Alves Ribeiro
Rhudson F. Santos
Ricardo Alexandre Ferreira
Rodrigo Silva
Silvio Gomes Batisa
Sônia Carvalho
Teatro nos Parques
Thiago Ferreira Bueno
Tiago Aparecido da Silva
washington
Wesley Souza
Weslley da Silva Gabanella
Wilson Inacio

APOIADORES 


Todo o conteúdo do portal www.capao.com.br é alimentado por moradores e internautas. As opiniões expressas são de inteira responsabilidade dos autores.


Disturbio social

Por: Garoto Loko (IT)

 

 

Aos meus ohos não tenho lente e nem binoculo, mas procuro observar o mais profundo e com a maior atencao possivel todas as quebradas que percorro, todas as comunidades que me relaciono e que me infiltro, procuro olhar cada fenomeno e cada manifestacao social que me rodeia. Como guerreiro cidadao, sobrevivendo a selva de pedra do nordeste, faço a minha correria cheia de leva e traz, nao desmerecendo os meus similares e as dificuldades alheias, pois sei que cada um tem suas obrigacoes, desejos, frsutacoes e objetivos.

É tempo de sol, é tempo de chuva, de frio, nao importa a estacao ou o clima, como em outras cidades, em salvador a desigualdade social comove e por muitas vezes revolta, mas salvador eh insuperavel a todas as outras capitais no quesito de trabalho, ocupacao , reciclagem, auto-estima, oportunidades para os menos favorecidos. Nao consigo me conformar com dados de IBGE e de governo local que insistem em sua auto-promocao e com as incessantes midias de reducao de pobreza.

Na minha caminhada o que vejo eh pais de familia cada dia se multiplicando pedindo e por muitas vezes implorando as suas moedas que restam, o que pra voce seria troco, pra eles funciona como uma enorme esperança, como uma condiçao de levar conteudo para casa, eh uma forma de se sentir homem e se sentir capaz de certa forma. O melhor seria suar dia apos dia, cumpri horario e no final do mes ou do dia receber o retorno pelo seu trabalho e nao pela caridade ou pena que a sua situaçao financeira experessa diante do seu rosto. Poder levar comida e qualquer simplicidade embrulhada como papel de dignidade eh o festejo do dia. Sei que eh dificil dividir por muitas vezes, sei que eh dificil julgar aos olhos onde impera a verdade, a necessidade real e a indolencia aliada a preguiça disfarçada de incapacidade. Mas partindo para um outro campo social, porem seguindo o mesmo objetivo, me recordo dos garotos de rua, aqueles que se energizam com colas, que se impulsionam pelo que os olhos se deslubram e o bolso nao pode obter, aqueles que limpam com espuma o vidro dos que os magnatas ostentam. aqueles que por muitas vezes fogem a honestidade e prevalece a agilidade e quando seus olhos menos percebem ja foi subtraido de um pertence. Pertence esse que muitas vezes eh confundido com direito de quem vence, porque o lema da sociedade ainda eh vantagem, quanto mas voce tem, mas o povo lhe quer bem.

Assim que é e assim que funciona o dosturbio social!

Mando um salve pro Alex ( Aka C.J) - Texto em homenagem!

COMENTÁRIOS


Colaborações deste autor:
Para ver todas as contribuições deste autor, clique aqui.

institucional capão redondo política de privacidade newsletter colunistas contato