artigos acontece nossa arte humor dialeto o comédia & o truta histórias para refletir
Sexta - 15 de Dezembro de 2017
COLUNISTAS 
@ SANDRA LOURENÇO
@RR RODRIGUES
Ademiro Alves (Sacolinha)
Alberto Lopes Mendes Rollo
Alessandro da Silva Freitas
Alessandro Thiago da Silva Luz
Alexandre M. O. Valentim
Ana Carolina Marques
Antony Chrystian dos Santos
Carla Leite
César Vieira
Cíntia Gomes de Almeida
Claudia Tavares
EDSON TALARICO
Eduardo Souza
Elias Lubaque
FAEL MIRO
Fernando Alex
Fernando Carvalho
Fernando Chaves dos Santos
Flávio Rodrigues
Garoto Loko (IT)
Gisele Alexandre
Henrique Montserrat Fernandez
Ivan de Carvalho Junqueira
Jack Arruda Bezerra
Jean Jacques dos Santos
João Batista Soares de Carvalho
João Henrique Valerio
JOEL BATISTA
Jonas de Oliveira
Jose de sousa
Júnior Barreto
Karina dos Santos
Karina dos santos
Leandro Carvalho
Leandro Ricardo de Vasconcelos
Leonardo Lopes
Luiz Antonio Ignacio
Marcelo Albert de Souza
Marco Garcia
Marcos Lopes
Maria de Moraes Barros
massilon cruz santos
Natália Oliveira
Nathalia Moura da Silva (POIA)
NAZARIO CARLOS DE SOUZA
NEY WILSON FERNANDES SANTANNA
Rafael Andrade
Rafael Valério ( R.m.a Shock )
Regina Alves Ribeiro
Rhudson F. Santos
Ricardo Alexandre Ferreira
Rodrigo Silva
Silvio Gomes Batisa
Sônia Carvalho
Teatro nos Parques
Thiago Ferreira Bueno
Tiago Aparecido da Silva
washington
Wesley Souza
Weslley da Silva Gabanella
Wilson Inacio

APOIADORES 


Todo o conteúdo do portal www.capao.com.br é alimentado por moradores e internautas. As opiniões expressas são de inteira responsabilidade dos autores.


Outra Freqüencia

Por: Thiago Ferreira Bueno

"Tirem minhas propagandas do horário dos rappers".

Um milhão e quinhentos mil ouvintes por minuto. Essa audiência, uma das maiores do rádio, é do "Espaço Rap", programa que ajuda a manter a 105 FM, de Jundiaí, dentre as mais sintonizadas na Grande São Paulo.
Entre o quarto lugar e o sétimo nos dois mais recentes rankings do Ibope, a emissora é conheçida por ter impulsionado o movimento hip hop paulista. "Q.G." oficial dos manos no dial, conta com apresentadores "grifes", como Ice Blue e KL Jay(Racionais MCs), Dj Hum e RappingHood.
O ibope consolidado, no entanto, ainda não inseriu a 105,1 MHz na lista de poderosas agências de publicidade. Para o diretor-geral, Sérgio Pinesi,32, um dos principais motivos é justamente a programação hip hop (no ar das 16h à 0h). "Há preconceito. E, mesmo dentre os quem resolvem ser nossos anunciantes, muitos nos dizem para não tocar o anúncio no horário dos rappers", diz.
Pinesi está na 105 FM desde 1994 e foi o responsável por conduzi-la ao hip hop há sete anos, quando o movimento dava os primeiros passos. "Racionais, RZO, DMN, todos esses hoje famosos tocaram pela primeira vez aqui na 105 FM."
No ar há 20 anos, a 105 FM é uma concessão de Jundiaí (60 km a noroeste de SP), sintonizada na região metropolitana de SP,ABC, Baixada Santista, 280 cidades do interior, sul de minas e norte do Paraná. Começou com música brega e sertaneja. Em 1991, passou ao samba, antes da "onda" pagodeira. O rap veio em 1997.
De manhã e no ínicio da tarde, ainda conserva programação mais "light" e apreciada por anunciantes, com samba, axé e até uma oração do Padre Marcelo Rossi. "Na hora do café da manhã. temos de tomar café da manhã."
Na opinião dele, as agência de publicidade no Brasil "vão demorar anos" para perceber o "potencial mercadológico do hip hop".
"Nos EUA, o rap já tomou conta dos jingles da TV, está até na propaganda da Nike. Mas aqui..."
Ele, entretanto. não responsabiliza apenas anunciantes e publicitários por esse "distanciamento".
"Nosso hip hop tem de aprender a ser mais profissional. Precisa parar com esse negócio de botar armas e drogas na capa dos CDs, de falar tanto palavrão. Os Racionais também não podem ficar com essa história de não dar entrevista para ninguém. Está na hora de ir para a mídia", afirma.
Mas nem todos os grandes anunciantes têm preconceito. Principalemente em governos petistas. Caixa Ecônomica Federal, Banco do Brasil e Prefeitura de São Paulo investem na rádio rap. E, discretamente, rappers já começam a ser assediados para os "showsmícios" deste ano eleitoral.

COMENTÁRIOS


Colaborações deste autor:
Para ver todas as contribuições deste autor, clique aqui.

institucional capão redondo política de privacidade newsletter colunistas contato