artigos acontece nossa arte humor dialeto o comédia & o truta histórias para refletir
Terça - 25 de Abril de 2017
COLUNISTAS 
@ SANDRA LOURENÇO
@RR RODRIGUES
Ademiro Alves (Sacolinha)
Alberto Lopes Mendes Rollo
Alessandro da Silva Freitas
Alessandro Thiago da Silva Luz
Alexandre M. O. Valentim
Ana Carolina Marques
Antony Chrystian dos Santos
Carla Leite
César Vieira
Cíntia Gomes de Almeida
Claudia Tavares
EDSON TALARICO
Eduardo Souza
Elias Lubaque
FAEL MIRO
Fernando Alex
Fernando Carvalho
Fernando Chaves dos Santos
Flávio Rodrigues
Garoto Loko (IT)
Gisele Alexandre
Henrique Montserrat Fernandez
Ivan de Carvalho Junqueira
Jack Arruda Bezerra
Jean Jacques dos Santos
João Batista Soares de Carvalho
João Henrique Valerio
JOEL BATISTA
Jonas de Oliveira
Jose de sousa
Júnior Barreto
Karina dos Santos
Karina dos santos
Leandro Carvalho
Leandro Ricardo de Vasconcelos
Leonardo Lopes
Luiz Antonio Ignacio
Marcelo Albert de Souza
Marco Garcia
Marcos Lopes
Maria de Moraes Barros
massilon cruz santos
Natália Oliveira
Nathalia Moura da Silva (POIA)
NAZARIO CARLOS DE SOUZA
NEY WILSON FERNANDES SANTANNA
Rafael Andrade
Rafael Valério ( R.m.a Shock )
Regina Alves Ribeiro
Rhudson F. Santos
Ricardo Alexandre Ferreira
Rodrigo Silva
Silvio Gomes Batisa
Sônia Carvalho
Teatro nos Parques
Thiago Ferreira Bueno
Tiago Aparecido da Silva
washington
Wesley Souza
Weslley da Silva Gabanella
Wilson Inacio

APOIADORES 


Todo o conteúdo do portal www.capao.com.br é alimentado por moradores e internautas. As opiniões expressas são de inteira responsabilidade dos autores.


SNIPER

Por: Leonardo Lopes

Nascido em uma família evangélica, Sniper desde cedo teve contato com a música. Com 5 anos já contava no "Coral Infantil" da igreja. Nestas diversas etapas, passou por diversos corais, quartetos e grupos dentro do "Mundo da Música Gospel".               

1996: Através de Sérgio Saas, conhece o "Pregador Luo", líder do Grupo Apocalipse 16. Acompanha e participa da "caminhada" do mesmo, durante 3 anos, em vários shows por toda grande São Paulo e interior. Onde aprimorou seus conhecimentos musicais e artísticos.

1999: A fim de mandar sua própria mensagem e realizar um antigo sonho, Sniper monta seu próprio grupo. Se reúne com Luther, um amigo de infância, com a idéia de transmitirem de forma informativa, instrutiva, e principalmente reenvindicativa suas experiências e visão de quem já sentiu, testemunhou e vivem o cotidiano das classes menos favorecidas da sociedade brasileira, através da música. Por se identificarem com o ritmo e este fazer parte de um movimento criado com o mesmo fim, escolheram o RAP como veículo para demonstração de seus talentos e principalmente com o intuito de que através do RAP pudessem ser porta-vozes desta classe, e através deste, conseguirem de alguma forma abrir portas para que estas pessoas pudessem ter o mínimo possível de seus direitos.

Para isto, a fim de deixarem esclarecidamente para todos uma de suas maiores diretrizes para conseguirem estes direitos, que é a informação, Sniper escolhe ARTIGO 5º como nome oficial do grupo. Após a integração do DJ Feca, em janeiro de 2000 sobem ao palco pela primeira vez, nascia assim mais um grupo de potencial musical, filosófico e artístico da Zona Sul de São Paulo.

2000: Começa a jornada de shows, palestras em escolas e centros comunitários, etc.

Um dos shows mais marcantes deste ano, foi na quadra da "Gaviões da Fiel":

2001: O grupo grava um CD Demo intitulado: " O Novo Velho Oeste", com 4 faixas, relatando o cotidiano da sociedade de uma forma política e criativa.

2002: O grupo sede uma de suas músicas para uma Coletânea Musical, intitulada "Fábrica de Rima Vol. 1":

No mesmo ano, o grupo assina um contrato de 3 anos com a Gravadora Zâmbia Fonográfica, e começa gravar seu primeiro CD, intitulado " RESISTÊNCIA", com 16 faixas e participações de vários nomes da música "Black" do Brasil, como:

ZáfricaBrasil, Aliança Racial, Pregador Luo ( Apocalipse 16 ), Sérgio Saas e integrantes do Raiz Coral, Grupo 4 Manos, entre outros.

2003: Após 1 ano e 2 meses de muito esforço, o mesmo está pronto para invadir o sistema com seu conteúdo ricamente musical e político.

O lançamento do mesmo é exposto na maior revista destinada ao público rap do país

( Rap Brasil ):

Infelizmente, após várias tentativas de negociações com a gravadora, o mesmo não foi lançado e o contrato reincidido.

Como parte da negociação, tanto o máster como a arte de capa foi-se cedido pela gravadora, ficando assim o grupo livre para negociar os mesmos com outras gravadoras.

2004: O grupo continua com shows por toda a grande São Paulo e Interior, Rio Grande do Sul, Minas Gerais e Rio de Janeiro.

2005/2006: O grupo se ausente por um período do público, priorizando outros projetos.

2007: Sniper ressurge para dar continuidade à sua missão, porém, agora não mais como grupo, mas Solo.



Visite o site: www.sniper-ri.net
Assista ao Show: http://www.youtube.com/watch?v=XaZSfT6Cqpg

Baixe Músicas:


COMENTÁRIOS


Colaborações deste autor:
Para ver todas as contribuições deste autor, clique aqui.

institucional capão redondo política de privacidade newsletter colunistas contato