artigos acontece nossa arte humor dialeto o comédia & o truta histórias para refletir
Sexta - 15 de Dezembro de 2017
COLUNISTAS 
@ SANDRA LOURENÇO
@RR RODRIGUES
Ademiro Alves (Sacolinha)
Alberto Lopes Mendes Rollo
Alessandro da Silva Freitas
Alessandro Thiago da Silva Luz
Alexandre M. O. Valentim
Ana Carolina Marques
Antony Chrystian dos Santos
Carla Leite
César Vieira
Cíntia Gomes de Almeida
Claudia Tavares
EDSON TALARICO
Eduardo Souza
Elias Lubaque
FAEL MIRO
Fernando Alex
Fernando Carvalho
Fernando Chaves dos Santos
Flávio Rodrigues
Garoto Loko (IT)
Gisele Alexandre
Henrique Montserrat Fernandez
Ivan de Carvalho Junqueira
Jack Arruda Bezerra
Jean Jacques dos Santos
João Batista Soares de Carvalho
João Henrique Valerio
JOEL BATISTA
Jonas de Oliveira
Jose de sousa
Júnior Barreto
Karina dos Santos
Karina dos santos
Leandro Carvalho
Leandro Ricardo de Vasconcelos
Leonardo Lopes
Luiz Antonio Ignacio
Marcelo Albert de Souza
Marco Garcia
Marcos Lopes
Maria de Moraes Barros
massilon cruz santos
Natália Oliveira
Nathalia Moura da Silva (POIA)
NAZARIO CARLOS DE SOUZA
NEY WILSON FERNANDES SANTANNA
Rafael Andrade
Rafael Valério ( R.m.a Shock )
Regina Alves Ribeiro
Rhudson F. Santos
Ricardo Alexandre Ferreira
Rodrigo Silva
Silvio Gomes Batisa
Sônia Carvalho
Teatro nos Parques
Thiago Ferreira Bueno
Tiago Aparecido da Silva
washington
Wesley Souza
Weslley da Silva Gabanella
Wilson Inacio

APOIADORES 


Todo o conteúdo do portal www.capao.com.br é alimentado por moradores e internautas. As opiniões expressas são de inteira responsabilidade dos autores.


Acreditar

Por: Sônia Carvalho

            Acreditar se faz necessário a cada instante da vida.

            Não é porque algo deu errado que temos que desistir de viver.

            A vida se renova a cada momento.

            Se em algum momento, somos surpreendidos pela dor, não devemos desistir de acreditar que podemos continuar a caminhada.

            Se hoje, o desânimo bate a nossa porta, não devemos crer que ele será o nosso companheiro eterno.

            Se em nossos lares a harmonia se foi, façamos a nossa parte e em preces saíamos a buscá-la de volta.

            Não é porque os espinhos do caminho são muitos, que não iremos atrás de novos horizontes.

            Mesmo quando não atingirmos o que almejávamos, jamais devemos nos sentir derrotados, o Pai sabe o que é melhor pra nós e com coragem e fé, teremos outras conquistas.

            Se muitos não nos compreendem, não devemos ficar tristes ou revoltados, devemos ter em mente que nunca estaremos sozinhos e no momento oportuno, teremos uma mão a nos socorrer.

            Se  a doença vem nos visitar, não nos entreguemos ao desespero, porque com ela, também vem o remédio para nossas dores da alma.

            Saibamos sempre praticar a reflexão e assim compreender o que se faz necessário mudar em nossa existência.

            Se ainda não conseguimos vencer a inveja e o orgulho, não desistamos de tentar, porque com perseverança, venceremos nossas fragilidades.

            Se já conhecemos a Verdade, não permitamos que ela fique trancada numa gaveta, façamos com que ela ilumine nosso caminho.

            Quando o céu estiver nublado, não percamos a esperança de que um novo amanhecer surgirá.

            Quando impeçamos as lágrimas de caírem, pois elas aliviarão a alma, porém, não deixemos que elas sejam eternas, porque ainda há muito a ser realizado.

            Se os erros cometidos foram muitos, acreditemos na misericórdia do Pai e passemos a escrever uma nova história.

            Se os bens materiais são escassos, saibamos aproveitar os bens espirituais que o nos forma concedidos e que são os nossos verdadeiros tesouros.

            Quando almejarmos por mudanças, peçamos a proteção divina e não tenhamos medo de dar o primeiro passo, porque a espiritualidade maior nos mostrará o caminho, mas cabe a cada um de nós trilhá-lo.

            Se estamos confusos e perdidos em nossos sentimentos, confiemos, tudo tem o seu tempo e aos poucos, iremos compreender o que se passa dentro de nós.

            Se os vícios ainda fazem parte da nossa vida, não nos martirizemos, busquemos, dia a dia, combatê-los com coragem e confiança, porque quando realmente acreditamos, vencemos.

            E mesmo quando após muito esforço, não venhamos atingir o que almejávamos, não desistamos da vida, porque o Pai sabe o que é melhor para nós e ainda temos muito a evoluir.

            Não percamos as esperanças, outros caminhos virão.

           

           

COMENTÁRIOS


Colaborações deste autor:
Para ver todas as contribuições deste autor, clique aqui.

institucional capão redondo política de privacidade newsletter colunistas contato