artigos acontece nossa arte humor dialeto o comédia & o truta histórias para refletir
Terça - 25 de Abril de 2017
COLUNISTAS 
@ SANDRA LOURENÇO
@RR RODRIGUES
Ademiro Alves (Sacolinha)
Alberto Lopes Mendes Rollo
Alessandro da Silva Freitas
Alessandro Thiago da Silva Luz
Alexandre M. O. Valentim
Ana Carolina Marques
Antony Chrystian dos Santos
Carla Leite
César Vieira
Cíntia Gomes de Almeida
Claudia Tavares
EDSON TALARICO
Eduardo Souza
Elias Lubaque
FAEL MIRO
Fernando Alex
Fernando Carvalho
Fernando Chaves dos Santos
Flávio Rodrigues
Garoto Loko (IT)
Gisele Alexandre
Henrique Montserrat Fernandez
Ivan de Carvalho Junqueira
Jack Arruda Bezerra
Jean Jacques dos Santos
João Batista Soares de Carvalho
João Henrique Valerio
JOEL BATISTA
Jonas de Oliveira
Jose de sousa
Júnior Barreto
Karina dos Santos
Karina dos santos
Leandro Carvalho
Leandro Ricardo de Vasconcelos
Leonardo Lopes
Luiz Antonio Ignacio
Marcelo Albert de Souza
Marco Garcia
Marcos Lopes
Maria de Moraes Barros
massilon cruz santos
Natália Oliveira
Nathalia Moura da Silva (POIA)
NAZARIO CARLOS DE SOUZA
NEY WILSON FERNANDES SANTANNA
Rafael Andrade
Rafael Valério ( R.m.a Shock )
Regina Alves Ribeiro
Rhudson F. Santos
Ricardo Alexandre Ferreira
Rodrigo Silva
Silvio Gomes Batisa
Sônia Carvalho
Teatro nos Parques
Thiago Ferreira Bueno
Tiago Aparecido da Silva
washington
Wesley Souza
Weslley da Silva Gabanella
Wilson Inacio

APOIADORES 


Todo o conteúdo do portal www.capao.com.br é alimentado por moradores e internautas. As opiniões expressas são de inteira responsabilidade dos autores.


Quebrando paradigmas

Por: Garoto Loko (IT)

Quebrando paradigmas ___________________________________________________________ A todos os sentidos eu sempre fui louco não se apegue ao sentido mental afinal, nenhum de nós é perfeito mas sempre procurei o amor de forma incansável enquanto todos riam amor de forma ilimitavél com todas as forças ser fiel ao sentimento nunca, mas nunca mesmo conseguir renegar a uma bandeira por time, por política, por tecnologia por uma alma gêmea,por um sonho,por uma religião todos os olhares me julgam diariamente penetram profundamente e fazem um raio-X um raio-X idealizável, precipitado... nenhum pouco amplo, com cabresto rigoroso acham o que querem da pessoa, da personalidade analizam completamente e em detalhes o estilo observam as minhas manias e os meus gostos são sempre absurdos nuncam se perguntam o porque de nada ou se perguntam em algum momento... não conseguem a façanha de entender de forma alguma, é obrigatoria a concordancia o poder de convencimento é a melhor verdade sempre achei isso e continuo nos dias de hoje perfeito nunca fui e não serei desconfio lógico que já errei, e por raras vezes julguei mas sempre que lembro, procuro evitar a mentalidade de que cada pessoa é unica na educação e cultura não digo só educação paterna, digo educação e cultura social daquelas onde a vida te obriga a escolher em segundos uma alternativa nesse momento cada qual escolhe da sua maneira e dentro das suas condiçoes e é dessa forma que deve ser respeitada a integridade e moral humana procurar entender e buscar soluções ao invés do julgamento não importa a visão do julgamento, se jurídico ou de pessoalidade acredite em você, acredite na capacidade, acredite na necessidade necessidade de união humana sempre que pensei assim fui tido como louco, mas sigo o meu amor não adianta brigar comigo mesmo, já tentei, mas não adianta penso que se não posso ajudar, de que adianta julgar? se me pego pensando em mim mesmo, me questiono se estou passando por cima de alguém ao meu benefício eu só quero se não tirar o direito de ninguém o numéro de risadas aumenta e a estatítica de que sou louco também procurei escolher as profissões não formais artista ao invés de médico ou advogado torcer por aquilo que me identifico e não porque tem mais títulos trabalhar é preciso para sobreviver no sistema capital mas nunca conseguir esquecer a ideia de trabalhar com o que realmente gosto não incomodar para não ser incomodado, revidar para se defender mas se desviar do caminho de fazer mal de graça, por puro prazer por vezes eu até pergunto se sou normal por isso cobro muito de mim e gosto muito de ajudar raramente peço e fico feliz com atitude solidária mas tenho muito medo e pavor do ser humano as vezes que na hora em que mais se precisa um multidão vira as costas uma platéia dando risada e uma comissão voluntária julga impiedosamente e muitos poucos procuram entender e ou se quer extender a mão alguns até quando extendem a mão cobram com juros por isso gostaria e sonho muitas vezes com dias em que pessoas ajudariam mas de forma gratuita, desde que possam, dentro do seu limite mas que ajudar seria uma coisa mas natural sempre gostei de quebrar paradigmas para obter felicidade lembre, sem passar por cima de ninguém porque não porder gostar de skate,de rap, de comer fora da mesa preferir estudar ouvindo música, admirar uma ilha e não um carnaval não estou fazendo mal a ninguém e obrigando ninguém a me imitar só procuro fazer coisas que gosto independente de serem diferentes poucos entendem, muitos se assustam , espantam nunca tive pavor de hippie, black power, altos, magros tatuados, pintados, transformados, que seja olho e acho diferente, acho atitude e só me pergunto: se estudam, trabalham, comem, dormem... fazem atividades habituais do dia e apenas procuraram ser dfiferentes como pessoa , com seu próprio corpo... porque é tudo espantoso e criticado pela sociedade por um grupo que procura formar multidões para serem o mais parecido possível e só diferentes nos nomes rejeitar aos que deles diferem ao invés de procurar ajudar? para que todos tenham direito a qualidade de vida e respeito utopia hoje, realismo algum dia? vezes me pego pensando se esse mundo é incompatível para aqueles que gostam das coisas diferentes? que buscam a felicidade de uma forma contrária? apontar e crucificar, julgar e prender são soluções de poder de épocas diferentes mas o conflito social perdura seria essa então a melhor solução? conflitar pra vencer ao invés de unidos venceremos? viva o mais forte, imprestável o mais fraco? a todos desejo dias melhores não digo aos casos que ganham destaque mas digo dias melhores a todas a dificuldades do dia a dia dias melhores na saúde, na segurança, no lazer na cultura, no emprego, na fartura, na harmonia na educação, no transporte agradeço aos amores que conquistei e não abandono aos que desejo se sou louco que ama por causa da sinceridade e lealdade amo minha loucura

COMENTÁRIOS


Colaborações deste autor:
Para ver todas as contribuições deste autor, clique aqui.

institucional capão redondo política de privacidade newsletter colunistas contato